Saturday, October 16, 2010

Rondinha e lagoa Itapeva

[Fotografia: Walter Hasenack]
Felicidade

É chegado o tempo de colocar os barcos na água. Os veleirinhos Pinguim (Tonto) e Laser, que há muito não viam água, foram para a Lagoa Itapeva, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul.
Tonto estava guardado em Rondinha, desmontado. Foi preciso relembrar onde colocar cada coisa, por onde passavam os cabos...
[Fotografia: Tiane]
Montagem do Pinguim em Rondinha

Para não correr o risco de esquecer algo, montei o pequeno veleiro de madeira ainda em Rondinha, na grama. Fazia muito tempo que não mexia nas tralhas de vela, de modo que alterei algumas vezes o posicionamento dos cabos até encontrar um funcionamento satisfatório... Desde que adquiri o Pinguim nunca encontrei informações a respeito da maneira "certa" de equipar o barquinho, pois é um modelo muito antigo (Phillip Rhodes, 1939). Devem existir poucos navegando por aí, ainda mais com mastro e retranca em madeira.
[Fotografia: Tiane]

[Fotografia: Tiane]
Seguindo para a lagoa Itapeva
[Fotografia: Tiane]
A lagoa Itapeva com sua moldura ao fundo

Chegando na lagoa, tive ajuda do pai para colocar o Pinguim perto da água e montá-lo. Walter tratava de montar o Hobie Cat.

[Fotografia: Tiane]
Montando os barcos
[Fotografia: Tiane]
Quase prontos para velejar
[Fotografia: Tiane]
Pinguim velejando
[Fotografia: Tiane]
Hobie Cat velejando
[Fotografia: Tiane]

video
Velejando de Pinguim

[Fotografia: Tiane]
Beatriz e Egon remando
[Fotografia: Tiane]

[Fotografia: Tiane]
O pai remou pela primeira vez no oceânico ilegal!
Tiane, faceira, remando o "tamanco holandês" do meu pai.

Walter e Egon entre o Itapeva II, Tonto, ilegal! e o Quindim Precioso


A luz ideal para fotografar apareceu em poucas ocasiões

[Fotografia: Walter Hasenack]

[Fotografia: Walter Hasenack]

[Fotografia: Walter Hasenack]

Além de velejar e remar na lagoa Itapeva, aproveitamos a estadia no litoral para caminhar até o arroio Caniço, entre Rondinha Nova e São Pedro:



Ilmar, Betina, Egon, Sonja e Tiane.

No dia seguinte voltamos para mais uma sessão náutica na lagoa Itapeva:

[Fotografia: Tiane]
Velejando de Pinguim


Tiane conhecendo o Laser

video
[Vídeo: Tiane]
Velejando de Laser

 [Fotografia: Walter Hasenack]
Brincando de equilibrista no Laser

 Final de tarde na Itapeva


 [Fotografia: Tiane]

[Fotografia: Tiane]
 O pai, sempre muito solícito, fez duas viagens para levar os barquinhos de volta para Rondinha.

 [Fotografia: Tiane]
 A mãe, o pai, o Godofredo e a Filomena.

[Fotografia: Tiane]

9 comments:

Evânder Run-up said...

Muito legal tudo isso! Linda essa lagoa!
Parabéns, abraço a todos!

estancia.agropec said...

Bom dia Leonardo, meu nome é Fabrício e sou remador do Clube Náutico Gaúcho de Pelotas. Eu gosto muito de velejar e gostei muito de ver um veleiro da classe pinguin navegando. Eu tentei diversas vezes encontrar um barco semelhante para comprar mas não obtive sucesso. Parabéns pelo Blog.
Um abraço!

Leonardo Esch said...

Obrigado, Evânder e Fabrício, estamos à disposição para uma futura velejada.
O Pinguim é um barco bem antigo e hoje em dia difícil de ser encontrado - mais difícil ainda navegando. O que é uma pena, pois deveria ser preservado. Serviu de escola para vários velejadores conhecidos. Eu já tentei pesquisar várias vezes a respeito da maneira correta de aparelhar o Pinguim - saber por onde exatamente passam os cabos, aprender como era o barco originalmente. Quase não encontrei material a respeito e hoje o meu barquinho está enjambrado da maneira que achei mais conveniente. Mas ao menos está conservado e, de vez em quando, vai para a água!
Qualquer sugestão ou outro contato pode ser feito pelo meu e-mail leo_esch@yahoo.com

Anonymous said...

Eaí Leonardo!
Meu nome é Gabriel, sou da ONG ANAMA,conversei contigo na primeira caiacada no inicio do ano, lembra?. Eu tenho um pinguim, aqui no litoral norte, está em maquiné. Seria muito legal velejar com outro pinguim. Vamos marcar?
Abraço,
Gabriel

Leonardo Esch said...

Olá Gabriel, lembro que conversamos no início da primeira Caiacada na Bacia. Podes mandar teu e-mail ou outra informação para mim no e-mail leo_esch@yahoo.com que aí combinamos uma velejada, que tal? Abraço!

estancia.agropec said...

Boa tarde Leonardo, velejando muito? Leonardo você conhece algum veleiro pinguim para vender? Há anos estou procurando algum desta classe mas não encontro. Um abraço!
Fabrício fonseca

Leonardo Esch said...

Olá Fabrício, não conheço mais nenhum Pinguim que esteja velejando. Vi que no Rio Grande Iacht Club tem alguma coisa, mas não faço nem ideia do estado em que estão. A Velha Guarda já ouviu falar e muitos conhecem o Pinguim, mas é difícil encontrar algum por aí. Vamos mantendo contato, meu e-mail é leo_esch@yahoo.com
Abraço!

Anonymous said...

Leonardo, tb tenho um Pinguim mas não velejo mais porque estou morando no interior de SC. Cristina Sanz me escreveu pedindo algum material sobre o Pinguim, pois vc está reformando o seu. Realmente de projeto com as medidas eu não tenho nada, mas tenho o meu Penguin aqui do meu lado, se precisar posso mandar fotos. Eu notei pela suas fotos que vc não tem o Paineiro, esta peça evita que os tripulantes pisem diretamente sobre o fundo de compensado.
Abraço,
Alexandre.(atakase@gmail.com)

Roberto Bailly said...

Olá Leonardo!
Eu tenho 2 Penguins em perfeito estado, completos e disponíveis para venda em Niterói - RJ. Se souber de um interessado aqui vai meu contato: roberto@bailly.com.br
Abraço