Friday, August 26, 2011

Remada de Inverno - terceiro dia


Amanhecer no acampamento
[Por favor clique sobre as imagens para ampliá-las]

Quando os primeiros raios de sol tocaram o acampamento já estávamos despertos para admirar as luzes de um belíssimo dia. Céu azul sem nuvens e sol brilhando!!!

Morro Alto

Egon

Márcio

Fernando Bueno

Germano

Fernando

Rogério

Tiane

Pardal

Café da manhã







Uma brisa suave apenas ondulava a superfície da água e nem chegava a agitar os juncos dourados pela luz invernal. Sem pressa tomávamos o café da manhã, arrumando as tralhas e desmontando acampamento. Apenas Rogério e Fernando, de Torres, tinham horário a cumprir e pretendiam abreviar a participação na remada. Depois da fotografia de todo o grupo (abaixo), saíram com pressa para retornar a Osório.

Prontos para remar!

Da esquerda para a direita: Márcio, Pardal, Germano, Fernando, Rogério, Fernando Bueno, Leonardo, Tiane e Egon.

Originalmente a ideia da Remada de Inverno previa um percurso de somente dois dias, com saída na Lagoa do Peixoto em Osório e chegada em Maquiné. Propus para a Tiane e para o pai que saíssemos um dia antes de Maquiné e fôssemos remando até Osório; acamparíamos por lá e encontraríamos os demais remadores já no local de saída. Desafio proposto, desafio aceito. No primeiro dia remamos quase 38 km e acampamos no parque municipal na margem da Lagoa do Peixoto. No segundo dia, em vez de remarmos até o local previsto para acampamento (sob as figueiras, na margem da Lagoa dos Barros), remamos somente até a parada para almoço na ponta de terra que separa as lagoas do Palmital e das Malvas (13 km, menos da metade do trajeto originalmente proposto). Na imagem abaixo, os trajetos realizados - em amarelo, o primeiro dia, com quase 38 km remados; em laranja, o segundo dia, com menos de 13 km remados; em vermelho, o terceiro dia, com pouco mais de 15 km remados - e o trajeto originalmente proposto até Maquiné, em verde:

[Trajetos e legendas sobre imagem do Google Earth - para melhor visualização, por favor clique sobre a imagem para ampliá-la.]

Com a mudança de planos, iniciamos a remada com a intenção de explorarmos um pouco mais do Norte e do Oeste da lagoa Pinguela e rumamos na direção do Morro Alto. As condições para remada estavam excepcionais.
Na Lagoa do Palmital, vendo o Morro Alto.



Germano


Márcio e Pardal

Tiane

Chegando aos "pés" do Morro Alto nosso novo plano de aproveitarmos o dia para conhecer mais a lagoa Pinguela foi por água abaixo quando a Tiane e o pai provocaram um "motim", argumentando que ficaria muito tarde para retornarmos a Osório e depois buscarmos o carro em Maquiné. O dia estava perfeito para remar, estávamos na companhia de bons amigos e num belíssimo local e relativamente perto de Osório, de modo que não consegui deixar de ficar chateado com essa decisão, mas como grupo acatamos a "sugestão". Márcio e Pardal, no caiaque duplo, já estavam mais adiante, seguindo para o Oeste da lagoa Pinguela, mas logo enxergariam nossa mudança de rumo; além disso, não havia qualquer oportunidade de risco iminente numa eventual separação dos membros do grupo. Lá fomos nós, retornando para a ponta alagada.





Na margem da lagoa aproveitei a ocasião para remar onde normalmente não é possível, na região que agora estava alagada entre os juncos e a margem.

Parada para almoço

Mestre Cuca Germano



Após o almoço continuei remando na estreita faixa alagada entre os juncos e a margem (foto abaixo) com a intenção de observar a fauna e a flora. Tive a grata surpresa (e o susto!) de topar com uma grande capivara que, aos saltos, passou rapidamente na minha frente rumo à segurança da água mais profunda.

Seguindo pela área alagada




Formigas


Saímos da lagoa Pinguela pelo mesmo canal de acesso à Lagoa do Peixoto por onde havíamos remado no dia anterior e no anterior ao anterior. Nossa remada estava chegando ao fim.

De volta ao canal


Lagoa do Peixoto


Mesmo com todas as mudanças de plano, foi uma experiência bastante gratificante ter o privilégio de remar em uma região tão bela, em condições variadas e na companhia de amigos que compartilham dessa mesma satisfação. Que venha a próxima!!!

Uhúúúúú!!!

[Trajeto e legendas sobre imagem do Google Earth]

Informações disponibilizadas pelo gps:

Distância remada no dia: 15,60 km;
Tempo remado: 2 h 59 min;
Velocidade média: 5,2 km/h;
Velocidade máxima: 10,6 km/h;
Tempo parado: 1 h 27 min 39 s;
Velocidade média geral: 3,5 km/h;
Distância total na Remada de Inverno: 66,33 km.

Para ver mais fotografias e relatos dos outros participantes, por favor visite os links abaixo:




1 comment:

Germano José Greis said...

Como sempre muito legais as fotos da remada que, certamente, uma das melhores que fizemos. Parabéns pelas lindas imagens e a todos que participaram dessa caiacada. Abraços,