Tuesday, September 18, 2007

Acampamento no Canyon Macuco - 7, 8 e 9 de setembro de 2007 - parte 1.

No feriado da Independência a atividade foi um acampamento com caminhadas no Canyon Macuco. Renatinho, Paulo, Elisabeth e eu combinamos alguns dias antes e, no dia 7, nos encontramos para seguir de carro a Cambará do Sul.
Em Caxias do Sul, todos ajudaram nos preparativos:
Elisabeth e eu seguimos depois do almoço para Nova Petrópolis, onde passamos na casa do Renatinho para buscá-lo, juntamente com a bagagem dele e do Paulo, que nos aguardava em Linha Imperial. Foi para lá que fomos logo em seguida, arrumando a bagagem na Parati, providenciando uma barraca emprestada para o Paulo e nos despedindo dos meus pais.

Passamos por Gramado, Canela, São Francisco de Paula e Tainhas, onde fizemos uma parada para esticar as pernas e fazer um lanche. Em Cambará do Sul já começava a escurecer quando passamos pelo centro da cidade em direção ao acesso para o canyon. Tomamos a estrada de terra e acabei seguindo por um caminho equivocado quando já estávamos quase chegando, o que nos custou alguns minutos a mais. A pobre Parati enfrentou valentemente a estradinha precária cheia de grandes pedras e buracos, levando quatro adultos com bagagem para acampar e nos deixou a poucas centenas de metros do local onde acamparíamos. Seguimos campo afora e noite adentro com nossas mochilas passando por alguns atoleiros e rumando mais ou menos na direção onde eu pensava ser o local do acampamento; encontramos o principal ponto de referência (uma cerca) e a partir desse ponto logo pudemos iniciar a montagem das barracas. Paulo se deu conta de que havia esquecido as estacas da barraca, mas felizmente não tivemos ventos fortes durante a noite, quando uma alegre fogueira nos brindou com suas chamas quentes e acolhedoras, secando alguns calçados e meias e assando nossa janta.




Na manhã seguinte, dia 8, acordamos com um belo dia de sol sem nuvens e sem vento e pudemos ver o local onde nos encontrávamos. Abaixo, nosso acampamento.





Tratamos de preparar o café da manhã saímos para caminhar pela borda norte do Canyon Macuco, que tem um belo bosque no seu início (acima). Seguimos pelo campo dourado pelo frio do inverno (abaixo) às vezes contornando pequenos capões para nos aproximarmos da borda do canyon.




Em alguns locais percebemos a destruição causada pelo fogo proposital, que é propagado todos os anos pelos campos da região sob pretexto de aumentar a brotação do capim, principal alimento do gado da região. O fogo não é um instrumento seletivo, mas destrói tudo o que encontra pela frente, seja vegetal ou animal, deixando atrás de si uma mancha negra de destruição.

Felizmente também pudemos apreciar a bela vegetação do canyon, vista na fotografia abaixo:



Abaixo, visão da saída do canyon, onde as paredes se afastam e podemos admirar a planície litorânea.










1 comment:

Walter Hasenack said...

Aí Leco - os Aparados da Serra são sempre um ótimo passeio. Tenho saudades dos acampamentos nesta região no final dos anos 70 e início dos 80, quando as estradas eram ainda piores do que hoje, mas em compensação havia muito menos turismo e menos pressão do homem na região.